sábado, 1 de abril de 2017

"Triste história", de Mario Quintana

"Há palavras que ninguém emprega. Apenas se encontram nos dicionários como velhas caducas num asilo. Às vezes uma que outra se escapa e vem luzir-se desdentadamente em público, numa oração de paraninfo... Pobres velhinhas... Pobre velhinho!

Nenhum comentário:

Postar um comentário